CBMAL

DEFESA CIVIL DE ALAGOAS APRESENTA DADOS DOS MUNICíPIOS ATINGIDOS PELA CHUVA

  • 30/05/17
  • 17:05

Quadra Chuvosa
Defesa Civil de Alagoas atualiza dados dos municípios atingidos pela chuva e alerta população com novas previsões para a semana.
 
Por Aldérico Ferreira e Maynara Rocha
 

Nos últimos dias, o Estado de Alagoas foi castigado por fortes chuvas, que deixaram cerca de 11.625 pessoas desabrigadas, 27.525 pessoas desalojados, uma pessoa desaparecida e oito óbitos. De acordo com o monitoramento metereológico da Secretaria de Estado da Defesa Civil, juntamente, com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH) somente neste período, o volume de chuvas recebido atingiu 25% do que era esperado para todo ano.

“Nos últimos oito ou nove dias choveu o equivalente a um quarto do que era esperado para o ano inteiro. Choveu cerca de 700 milímetros em Maceió, o que é um volume muito acima do que choveu em 2010, na grande cheia. Essa situação era o que estava sendo esperada para todo o inverno”, explicou o meteorologista Vinícius Pinho, da Semarh, em entrevista a TV Gazeta.

Conforme pode ser analisado na planilha de monitoramento da Defesa Civil abaixo, três cidades tiveram os maiores impactos devido aos transbordamentos de rios, alagamentos, deslizamento de barreiras e desmoronamentos de casas, fazendo com que muitas famílias abandonassem suas residências. O município de Marechal Deodoro teve 14.970 pessoas afetadas; já Pilar, teve 4.300; e Maceió, 3.282. 

Dados

*Fonte FIDE (Formulário de Informações de Desastres) do município.

**Total de Afetados Diretamente: 39.150

Obs.: No município de Marechal, dentro dos números informados, aproximadamente 750 famílias foram relocadas para residências da prefeitura.  

 

O Governador de Alagoas, Renan Filho, decretou situação de emergência em 25 municípios atingidos pelas chuvas em Alagoas. O decreto tem o prazo de 180 dias e a decisão encontra-se publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (30), em decorrência do aumento das reservas hídricas nos municípios pertencentes à Região Metropolitana, como, o Vale do Paraíba, o Vale do Mundaú e ao Litoral Norte Alagoano, além dos danos humanos materiais, ambientais, e prejuízos públicos e privados causados pelas chuvas; a capital alagoana, Maceió e Marechal Deodoro já estavam em situação de emergência, totalizando assim, 27 municípios.

O chefe do executivo do Estado determinou ainda, que todos os órgãos estaduais localizados nas áreas atingidas, ficarão responsáveis por adotar medidas necessárias para o combate à Situação de Emergência, em conjunto com os órgãos municipais. As atividades serão sistematizadas pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Alagoas.

PREVISÃO PARA OS PRÓXIMOS DIAS

Somente nesta semana, o volume de chuvas recebido atingiu 25% do que era esperado para todo ano.

Marechal

A previsão para os próximos dias são de chuvas, mas, não serão tão intensas quanto ao fim de semana. Marechal Deodoro foi uma das cidades que ficaram alagadas com as chuvas do fim de semana (Foto: Bruno Rios/Arquivo Pessoal).

De acordo com o meteorologista Vinícius Pinho, da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), a previsão para os próximos dias são de chuvas, mas, não serão tão intensas quanto ao fim de semana. No entanto, serão mais fortes que as que caíram na segunda-feira e no decorrer desta terça (30), podendo agravar ainda mais a situação dos municípios afetados.

“Essas chuvas estão sendo intercaladas com períodos de sol e vêm mantendo o solo muito encharcado. Qualquer pancada de chuva pode ser problemática, principalmente para área de risco”, alertou o meteorologista Vinícius Pinho, da Semarh.

 

*Atualizado às 12:37 do dia 01 de Junho de 2017

Últimas Notícias